Pelican

[Ouvir Durante]

Quando o convicto colhe suas duvidas
E o coraçao paga todas as dividas
Quando seu sono eh interrompido
Com seu pulso acelerado e aquele velho enjoo

Quando tres metros viram trezentos
E seus sapatos ja cansaram dessa multiplicaçao
Com olhos procurando por esperança
E apostas no que nao vejo, sigo em frente

Seus olhos vagos ainda me perseguem
Suas frias palavras ecoam
Tire o chao de meus pes
Acabe com o meu sono

Eh uma merda quando as coisas esfriam
O que parecia tao certo e bom
Perde um pouco mais  de brilho
Como esse poema sem acentuaçao

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s