Consolo

Será que não temos construído nossas vidas em cima de prêmios de consolação?

Transformamos nossos empregos em nossa principal morada, nossos patrões e “colegas de trabalho” em nossa primeira família, gastando nossas energias e os horários mais produtivos de nossos dias para assuntos que nem se quer são relevantes para nossas vidas!
Chegamos em casa beirando a exaustão e o que nos sobra para darmos a nossos amantes, comunidades e até a nós mesmos não chega nem perto de ser o nosso melhor.

E o que ganhamos em troca dessas 8 horas diárias (no mínimo) de escravidão moderna? 
Um pouco de papel para trocarmos por prêmios de consolação, PARA TER AO INVÉS DE SER, já que não temos mais tempo e energia para nos descobrir profundamente, nos criar (e eternamente nos recriar) como bem quisermos, nos tornando realmente relevantes e interessantes em nossa sociedade.

Será que estamos gastando nossas vidas preocupados com quantos acessórios “inDispensáveis” colecionamos ou com o quanto que produzimos para quem está acima de nós na hierarquia?
Não é melhor acharmos formas de auto-suficiência para nossas comunidades (e entre elas), gastando nosso tempo, energia e recursos para procurar e descobrir sentidos para nossas vidas?

Porque sinceramente. Essas 8 horas por dia não me dão sentido algum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s